Descumprimento do Dever de Urbanidade

É de conhecimento público da comunidade acadêmica da UFS que Carla Eugênia, através de gestos, atitudes e falas, constrange Professores, Servidores Técnico-Administrativos, Bolsistas e Alunos.

A série de escândalos dos últimos meses tornou público e notório o Descumprimento do seu Dever de tratar com Respeito, Dignidade e Cordialidade seus pares, subalternos e superiores.

Exemplos de escândalos não faltam: no DAA, em Reuniões dos Conselhos de Centro, em Reuniões dos Conselhos Superiores e no próprio DDI.

Por que em sua gestão nada mais nada menos do que 4 servidores saíram do Departamento? Coincidência?

Cremos que é necessária uma apuração detalhada destes fatos, tão amplamente difundidos nos corredores da Universidade, por parte das Comissões ora instaladas para dar seguimento aos Processos Administrativos.

Uma resposta para Descumprimento do Dever de Urbanidade

  1. Servidor disse:

    Estimados colegas,

    É patente a falta de controle emocional da Chefe do DDI (como, aliás, exige ser tratada).
    Tamanha loucura já vitimou diversas pessoas. São alunos, professores, servidores, bolsistas, terceirizados, enfim, qualquer ser vivo que ouse cruzar o seu caminho.
    A imagem do curso de Direito, e, por consequencia, da UFS, vem sendo maculada diariamente por cada um dos seus insanos atos. É incontestável!
    Entretanto, ninguém é tão vítima dessas insanidades quanto a própria Carla Eugênia.
    Ora, todos hão de concordar comigo: As formas de agir, de falar, de olhar, de tratar as pessoas ao seu redor, não são compatíveis com a de uma pessoa em pleno gozo de sua consciência.
    Por isso meus caros, antes mesmo de sentir mágoa da nobre professora, nutro por ela um sentimento de compaixão, este tão aclamado por nós cristãos.
    Assim como ela, é digna de misericórdia toda pessoa que assiste inerte uma doença lhe consumir, quando sentimentos como o orgulho e a vaidade (motivos do mal no caso em tela) lhe impedem de buscar socorro.
    Por fim, considero louvável qualquer iniciativa no sentido de ver a professora Carla fora da chefia do DDI, visto que a vaidade não lhe permite renunciar, mas, não para vê-la execrada pela comunidade acadêmica, e sim, para que possa tratar-se do mal que lhe acomete, e que por extensão, tantos danos já causou e continua causando a vida de muitos de nós e a nossa instituição, principalmente.
    É medida de segurança e não de pena.
    Parabéns pela iniciativa.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s